Ninguém com poder se importa com o SUS ! Como chegamos neste abismo ...

É inacreditável, até parece fantasia, mas é a mais pura verdade, como a vergonha que ninguém comenta! São somente 4552 dias sem NENHUM reajuste em média para os 3348 procedimentos remunerados da tabela SIGTAP,

Estes procedimentos ambulatoriais e hospitalares são responsáveis pelo cuidado de 75% dos brasileiros, porém estão defasados vergonhosamente! remunerados com SP (serviço profissional) e SH (serviço hospitalar), estes valores são pagos aos médicos e hospitais que não são públicos e que na maioria das vezes, dependem únicamente deste repasse, já que a maioria dos hospitais filantrópicos e privados não paga salário aos cirurgiões, clínicos, radiologistas e anestesistas.

O que é surreal e estapafúrdio é o tempo sem NENHUM reajuste da maioria dos procedimentos do SUS, são mais de 12 anos sem nenhum reajuste! Enquanto neste mesmo período os planos de saúde privados reajustaram exatamente 189%, índice bem acima da variação do IPCA-M, salário mínimo e até do dólar.

Como podemos acreditar em um sistema onde o profissional médico chega a receber mais de 500x pelo mesmo ato médico? Fingimos que não enxergamos, mas manter este descalabro está custando cada vez mais vidas.

Acessem o MEDcodigos e descubram mais sobre a tabela SIGTAP SUS e as CBHPMs inclusive com o rol da ANS 2021.

O sistema público de saúde brasileiro, ou SUS, encontra-se internado na UTI por insuficiência crônica de investimento.

Era imperativo desnudar o humilhante desprezo de nossos governos ,frente a real , cruel, desigual, e muitas vezes inexistente, remuneração dos prestadores no SUS.

Agregar todas as tabelas da saúde, tanto privada quanto pública, em uma única ‘interface’, permite, demonstrar a causa "Major" desta segregante e triste situação.

O verdadeiro e primo intuito de criar este enorme banco de dados da saúde brasileira, é conscientizar, informar e ressoar, em cada usuário e profissional da saúde, a nefasta, desumana e inacreditável remuneração do SUS e de alguns convênios.

Expor seus inúmeros paradoxos e a nítida desvalorização da vida em si, pode, quem sabe , despertar nos detentores do poder e de alguma capacidade em mudar esta realidade, uma esquecida centelha, a do »importar-se« e talvez assim, valorizar este incrível, ímpar e único bem , a saúde

Ainda temos esperança….


Dr. Eric Grossi

Neurocirurgião em BH ( Belo Horizonte )